Notícias

Cores quentes e integração dão toque especial a espaço da Todeschini na Casa Cor RJ

31.08.2010

Assinado por Luiz Fernando Grabowsky, o Lounge Gourmet Todeschini chega a Casa Cor Rio de Janeiro com a proposta de promover a integração em um ambiente quente e aconchegante.

O arquiteto desenvolveu o projeto partindo da tonalidade bordô do padrão Búlgaro – exclusivo da marca, e criou todo o espaço em tons de marrons, cobres, bronzes e vinho. “Apostei nas cores quentes e em um ambiente mais escuro para gerar o clima do Lounge”, informa.

Segundo Grabowsky, a intenção é fazer com que o visitante, ao entrar, se identifique com o local e descubra nele um lugar tranqüilo, agradável e descontraído. “Quero que as pessoas se sintam integradas com o ambiente, curtindo um bom som, uma comidinha gostosa e apreciando a importância de um projeto de arquitetura como este”.

Considerando o fato de que o Lounge Gourmet Todeschini também servirá como palco para eventos semanais de gastronomia para grupos que farão degustação e apreciarão os sabores da decoração da mostra, o arquiteto criou uma grande cozinha com mobiliário da marca.

Para compor o projeto, o arquiteto aplicou nos armários os padrões Bronze, Búlgaro, Espelhos Champanhe e Gris, sendo que este último também aparece no painel de madeira baixo, com grande banco acoplado, disposto na área de jantar. “Ela ocupa todo o fundo do ambiente e tem formato em “U”, no qual a ilha com o cooktop forma um amplo balcão permitindo que os visitantes interajam com o chef da ocasião”.

Grabowsky utilizou também aramados com porta-tempero embutido, gavetas com Organizadores Gourmet, para talheres e outras utilidades, e com aramados para pia dupla, além de gavetões com freio e com organizador de potes.

Além de aparecer nos produtos e acabamentos de extrema qualidade fabricados com matéria prima de ponta, a tecnologia Todeschini também se mostra nos detalhes como, por exemplo, no balcão com porta lixeira dupla e tampa articulada – a tampa da lixeira abre automaticamente no momento em que ela é puxada, sem precisar tocar na tampa, conferindo mais higiene ao processo.

O arquiteto conta que um dos desafios encontrados durante a execução do projeto foi o de preservar as janelas ovais tipo “Óculo” que estão no meio do vigamento da estrutura original do local, anteriormente utilizado como depósito/garagem.

De forma inteligente, ele criou um teto dividido em cinco módulos que, separadamente, se alternam em ângulos que sobem e descem. “Com isto pude restaurar e usar as janelas, criando ritmo e movimento que, de cara, atrairão o olhar do visitante, pois proporcionarão leveza e a sensação de que estão flutuando”.

Também terá atenção especial a grande parede feita de pedra e ferro na entrada, que levou 15 dias para ser construída. “Visitei algumas pedreiras para conseguir a pedra certa, pois não a queria fatiada e nem aberta”, conta, e completa: “Tive que optar pela pedra bruta em bloco e um artesão quebrou no formato desejado na hora de colocar. Foi demorado, mas o resultado final é sensacional”.

Outro ponto alto do ambiente da Todeschini é a iluminação projetada pelo arquiteto. Entre os recursos de iluminação utilizados estão rasgos, led’s embutidos e luminárias. “Investi em spots dicróicos e AR 70 para luz de efeito, lâmpadas frias com a cor corrigida na área de trabalho da cozinha gourmet e iluminação indireta de Xenon nas prateleiras, embaixo do balcão e dentro do painel de marcenaria. Há ainda alguns balizadores para pontuar espaços determinados”.

O tema da edição 2010 da Casa Cor Rio de Janeiro é: “De volta ao passado com um pé no futuro” e, pelas mãos competentes de Luiz Fernando Grabowsky, aparece claramente no resultado final: um ambiente com muita tecnologia, que remete ao futuro e ao moderno comportamento das pessoas, mas que, ao mesmo tempo, volta ao passado de forma singular, através da grande parede de pedra, que faz releitura de um antigo muro gabião, de contenção.

Já a sustentabilidade, mote principal da mostra: "Sua casa, sua vida, mais sustentável e feliz", surge em diversos momentos, como: no mobiliário Todeschini produzido com tecnologia limpa e madeira certificada; no uso de materiais ecologicamente corretos; em um dos pisos feito com madeira de demolição; nas bancadas de Silestone, material de alta resistência feito a base de quartzo; no uso de lâmpadas econômicas e na abertura de uma nova janela, que oferece luz natural ao ambiente e reduz o consumo de energia elétrica.

A edição fluminense da Casa Cor acontece na Rua das Laranjeiras nº 304, bairro Laranjeiras, no Rio de Janeiro, a partir do dia 3 de setembro até 13 de outubro.

Todeschini à francesa

Inspirada no cenário francês, Sophia Galvão traz um ar romântico e sofisticado para a ‘Rouparia’, ambiente que leva sua assinatura na Casa Cor Rio 2010.

Em um funcional espaço de 9m² a arquiteta criou, com muito requinte, um local para guardar as roupas de cama, mesa e banho de uma família que aprecia o estilo Colonial Europeu. “Inspirei-me no clima do Casarão Real para conceber o projeto”, explica a profissional.

Para dar vida a este ambiente, ela apostou nas cores azul e branca, bem como no cuidado especial aos pequenos detalhes.

Com muito charme, o teto foi totalmente revestido com uma renda que desce pela parede, formando um delicado Dorsel. “Quero que, ao entrar, os visitantes sintam o romantismo, o frescor e o aconchego no ar”.

Na composição do espaço a arquiteta utilizou uma cômoda francesa, uma poltrona e uma mesa. Destaque para o amplo armário de 2m20cm de largura por 2m50cm de altura produzido com mobiliário Todeschini especialmente para a mostra e com projeto personalizado de iluminação interna por mangueira.

Feito com estrutura em MDF no padrão branco e portas de vidro transparente com sistema deslizante e perfil Natural em aço escovado, o móvel é extremamente moderno, mas se mixa harmoniosamente com as românticas peças já dispostas no local. Em seu interior, a praticidade se faz presente nas gavetas de acrílico e no cabideiro de couro.

Parceira da Todeschini em diversos projetos, esta é a primeira vez que Sophia Galvão se une à marca em um evento de expressão como a Casa Cor Rio de Janeiro. “Foi um trabalho muito gratificante”, destaca ela, que completa: “Gosto muito do mobiliário Todeschini. Além de prático, tem design, variedade e beleza”, conclui a arquiteta.

Todeschini na Cozinha do Chef

Com conceito de ateliê culinário, a Cozinha do Chef, assinada pelas arquitetas Deborah Wilcox e Beatriz Slaibi, traz um cenário onde ‘o profissional das panelas’ é o grande artista e brilha fazendo experimentos, degustações e criando pratos deliciosos.

As profissionais desenvolveram um ambiente onde tudo está à mão: diversos tipos de temperos, insumos, instrumentos e horta com variados tipos de ervas para “apimentar” suas receitas. “Queremos transmitir ao público a ideia de que a tecnologia pode estar ao lado do improviso e da criação, neste caso, dentro da gastronomia”, informam.

Merece destaque o mobiliário Todeschini que aparece na adega vertical, bancadas, armários e apoio para TV no padrão Moca – que também aparece revestindo as paredes com os acabamentos Concreto e TS Estrutural na cor preta, material de alta tecnologia e grande resistência com espessura de 8 milímetros.

O grande lustre feito de talheres e utensílios de cozinha transforma os instrumentos de trabalho do chef em acessórios de decoração e utiliza iluminação direcionada e indireta.

O tema da edição 2010 da Casa Cor Rio de Janeiro: “De volta ao passado com um pé no futuro”, aparece nos equipamentos de última geração utilizados para o preparo das novidades culinárias e que estão situados em um casarão do século XIX.

A sustentabilidade, mote principal da mostra: “Sua casa, sua vida, mais sustentável e feliz”, se faz presente nos materiais escolhidos, como o mobiliário produzido com tecnologia limpa e madeira certificada da Todeschini, e nas bancadas em Corian, material ecologicamente correto certificado pelo SCS – Scientific Certification Systems e que evita a extração de recursos naturais como mármores e granitos, e na criativa horta vertical feita para o cultivo de ervas.

A decoração é complementada por um lustre escultórico feito pelo artista plástico Ricardo Becker e pelas telas do artista plástico Rudi Sgarbi, nas quais são reproduzidas imagens das chef’s Adriana Mattar e Ana Cecília Gróes, do Cooking Buffet, carinhosamente homenageadas no espaço.

* Acesse aqui para baixar a foto em alta.

Crédito da foto: Denilson Machado/MCA Estudio

__________________________________________________________

Mais informações:

Com fábrica de 54 mil m2 equipada com tecnologia de ponta, e certificada pelas Normas ISO 9001 e ISO 14001, a Todeschini é hoje uma das maiores fabricantes de móveis planejados da América Latina. Os produtos da marca incluem móveis e complementos para ambientes personalizados. Direcionados para residências, empresas e hotelaria, chegam ao mercado comercializados por mais de 330 lojas exclusivas distribuídas no Brasil e no exterior.

Sediada na cidade gaúcha de Bento Gonçalves e com mais de 70 anos de experiência e solidez, a empresa é reconhecida por seu pioneirismo e capacidade de constante renovação – características materializadas nas novidades lançadas a cada ano e focadas para atender um público que conhece o melhor que o mundo oferece e sabe o que quer.

Conheça mais sobre a empresa e seus produtos. Acesse www.todeschinisa.com.br.